Cauri Corpo Moeda

Sobre o espetáculo

Espetáculo solo de dança contemporânea que teve seus estudos dramatúrgicos realizados durante intercâmbio no Benim em fevereiro de 2019 com apoio da Bolsa de Aprimoramento Técnico-Artístico do PROAC. O espetáculo foca em todos os atravessamentos que o corpo preto passa ao longo de sua (res)existência. Esse corpo que foi exposto nu em mercados de rua, avaliado sob os olhares mais racistas para explorá-lo, e que sofre até hoje as consequências disso quando as pessoas se sentem a vontade para tocar nosso cabelo, elogiar de forma duvidosa, nos fotografar sem autorização, nos assediar no transporte público, esconder as bolsas em nossa presença, usar nosso conhecimento sem nossa autorização. É um corpo que pode ser invadido, violado, usado pro prazer do outro, pelo sarcasmo do outro, e nada acontece. Muitas vezes este corpo está sendo visto como mercadoria a ser escolhida e comprada para apenas alimentar um único lado já acostumado com isso. Estamos dispostos a mudar? O mercado é o cenário do espetáculo, onde não só mercadorias físicas, mas o conhecimento é vendido e exposto para quem quiser comprar.